Software livre para biblioteca: quem usa o ABCD no Brasil?

ABCD biblioteca logo novo

Conheça alguns usuários com catálogos de pesquisa que possuem acesso público e utilizam o software ABCD para gerenciá-los.

Um pouco sobre o software

É provável que você já tenha se perguntado se o ABCD atende sua necessidade ou de sua empresa.

O ABCD é um software livre que funciona em ambiente web e seu grande diferencial é a flexibilidade tanto para criar qualquer tipo de banco de dados como para customizar formatos de apresentação e relatórios. Além disso, seu mecanismo de pesquisa fornece dados em milésimos de segundos e permite indexar todo ou qualquer parte dos registros cadastrados em tempo real.

Hoje ele se encontra estável na versão 1.5, conta com versão 2.0 para testes e, de acordo com a comunidade, já está com a versão 3.0 em desenvolvimento.

Veja algumas de suas principais funcionalidades em: sobre o software ABCD.

Apesar de ser estável e contar com uma extensa lista de colaboradores e desenvolvedores, o ABCD, por se tratar de um software livre, acaba enfrentando resistência com questionamentos sobre quais tipos de empresa utilizam o sistema, quais os tipos de acervo suportados, se há serviço suporte e manutenção, entre outras dúvidas.

Por isso resolvemos listar aqui algumas instituições que utilizam o ABCD para gerenciar seus acervos.

Lista de usuários ABCD no Brasil

Clicando nas imagens abaixo, poderá ver a parte de pesquisa dos usuários, também conhecida como OPAC, em funcionamento. Alguns sites estão inclusive hospedados em ambientes virtuais (nuvem), o que poupa custos com infraestrutura de servidores e máquinas.

ABCD Jardim BotânicoJardim Botânico do Rio de Janeiro – Biblioteca Barbosa Rodrigues
Biblioteca histórica, desde 1890, que contém acervo especializado na área de botânica e meio ambiente.

Biblioteca Pública Pelotense

Biblioteca Pública PelotenseUtiliza o sistema Suite Saber – um ABCD modificado e adaptado pela empresa Control.
 

Clássicos do Brasil Portal ABCD

Clássicos do Brasil

Acervo de música clássica brasileira com discos e biografias de compositores. Conta com portal customizado que já utilizava outro software anteriormente e foi integrado ao ABCD.

(veja mais sobre esse projeto aqui)

 

Acervo ABCD museu EMC Espaço Memória Carandiru

EMC- Espaço Memória Carandiru

Base museológica com materiais tridimensionais migrada do Microsoft Acces para o ABCD.

(veja mais sobre esse projeto aqui)

Biblioteca Ana Maria Poppovic FCC

FCC – Fundação Carlos ChagasBase no formato LILACS migrada do software MicroIsis para o ABCD.

ABCD Fiocruz

FIOCRUZ – Fundação Oswaldo CruzAcervo especializado na área da saúde. Utiliza não só o ABCD como também o portal da BVS.

Biblioteca FDRH

FDRH – Fundação para o Desenvolvimento de Recursos HumanosBase do Governo do Estado do Rio Grande do Sul voltada para materiais na área de administração e recursos humanos.

software biblioteca Incor

 
Incor HCFMUSP – Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina
da Universidade de São Paulo

Acervo especializado em cardiologia conta com livros, periódicos e principalmente a produção científica desenvolvida pelos alunos do Instituto e da USP.

 

software BIblioteca IASP

 

IASP – Instituto dos Advogados de São Paulo

Acervo especializado em Direito migrado do Microsoft Excel para o ABCD.

(veja mais sobre esse projeto aqui)

 

ABCD Biblioteca universitária ITESP

ITESP – Instituto São Paulo de Ensinos SuperioresBase universitária com materiais sobre teologia migrada do software Winisis para o ABCD.
 

ABCD Mnemocine

Mnemocine – Memória do Cinema

Possui duas bases de dados voltadas para a história do cinema brasileiro: filmes silenciosos e produção científica. Ambas as bases foram migradas de um sistema em PHP e MySQL para o ABCD.

(veja mais sobre esse projeto aqui)

 

ABCD Pinacoteca Biblioteca Walter Wey

Pinacoteca do Estado de São PauloAcervo especializado em artes visuais.
 

ABCD Bbilioteca Santa Casa Porto Alegre

Santa Casa de Misericórdia de Porto AlegreAcervo especializado na área da medicina.

Conclusão

Através da lista, é possível verificar que o ABCD suporta banco de dados variados, como bases jurídicas, de saúde, de artes, educacional, entre outras. Ao mesmo tempo que vai além dos acervos físicos possibilitando a catalogação de acervos virtuais e funcionando como repositório digital.
 
Dessa forma, podemos concluir que o ABCD como software para gestão, atende os mais diversos tipos de instituições, empresas e também pode ser utilizado em bibliotecas particulares. Ou seja, é um sistema completo para catalogação e gerenciamento de biblioteca e arquivo.
 

Quer mais? Veja uma lista de usuários internacionais: lista usuários ABCD.

OBS. O funcionamento dos links de acesso e consulta dependem exclusivamente da instituição responsável.

A L2O realiza a implantação, customização, treinamento e suporte no ABCD. Entre em contato conosco e saiba mais!

2 comentários em “Software livre para biblioteca: quem usa o ABCD no Brasil?

  1. Antônio Carlos Britto Responder

    Muito bom saber, foi oportuno pela minha tentativa de retorno ao WINISIS na UNB nesye ano de 2019, quando em 2008 tive o primeiro contato.
    Parabéns pela iniciativa.

    • L2O Consultoria Autor do postResponder

      Obrigado Antônio!
      Caso precise de ajuda com a migração do Winisis para o ABCD, estamos à disposição.
      Um abraço e boa semana!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.